O titânio é o nono elemento mais abundante na crosta terrestre. Essa abundância e seu status de metal forte e resistente à corrosão resultaram em muitas aplicações industriais nas quais suas melhores características podem ser totalmente aproveitadas. Os usos incluem motores de avião, geração de energia, processamento químico, petróleo, automotivo, energia geotérmica, sistemas de troca de calor e compósitos etc. Como o próprio titânio não é tóxico e não é rejeitado pelo organismo, a indústria médica o adotou para implantes substituições de quadril e articulações.

3.png